Blog

terça-feira, 9 de julho de 2013

Quando corremos atrás de um sonho quase nada pode nos tirar deste caminho


Superação é uma das palavras mais importantes na vida de um aluno que decidiu conquistar uma vaga em alguns dos mais difíceis concursos do país. Como é o caso do Mateus Machado, que aos 20 anos, está cursando no SEI a turma IME/ITA, pelo segundo ano consecutivo. O fato de continuar tentando concretizar seu projeto não desanima o aluno: “No primeiro ano de estudo não tive meu melhor rendimento. Me senti desestimulado por isso, mas continuei em frente com o apoio que sempre recebi de toda a equipe de diretores do curso”, explica Mateus.
Apesar de já ter começado 2013 se sentindo cansado, pelo ritmo puxado de estudos, para Mateus, assim como para a grande maioria dos candidatos, o que importa é ter obstinação para conquistar um sonho tão importante como esse, que representa a escolha do seu futuro. “Como consegui chegar a um diagnóstico do porque não tive um bom resultado ano passado, isso também contribui para que eu continue colocando em prática o que deve ser feito para um resultado melhor desta vez”, lembra Mateus sobre o fato de ter aprendido no curso o quanto é importante se dedicar a todas as matérias com afinco.
Alguns elementos são fundamentais na rotina de estudos, como o fato de não desprezar matérias que não sejam exatas. Cada aluno precisa desenvolver o ritmo e o formato de dedicação que melhor se adaptar ao seu estilo e aproveitar ao máximo todo o conhecimento que é compartilhado ao longo das aulas e da rotina de estudos.
Não se esquecer de descansar também é fundamental, e Mateus tem grandes exemplos para compartilhar sobre esse aspecto: “Eu estudava esporadicamente, quando chegava perto das provas praticamente, nas vésperas mesmo. Aqui no SEI a rotina de estudos é muito diferente, porque temos muitos exercícios e precisamos aprender a lidar com a quantidade de exercícios que temos que entregar. Então, passamos a maior parte do nosso tempo estudando, resolvendo o máximo de questões que somos capazes, e isso faz com que estejamos sempre mais preparados do que o momento anterior”. 
De todo esse tempo de estudo e aprendizado, para Mateus a grande sacada é ter percebido que há grande diferença entre o ritmo de estudo escolar e a rotina no curso: “Aqui eu aprendi a estudar, a ter disciplina, a abrir mão de lazer para ir em busca de um projeto de vida. Quando a gente passa a ver as coisas assim e conta com todo o apoio fica mais fácil chegar lá e não desistir no meio do caminho”.

Deixar um comentário

*